Sem título

Comunicação no momento certo

A comunicação entre profissionais da saúde,  paciente e familiares é um fator decisório para a satisfação do atendimento ou até pelo distanciamento do paciente decorrente a dificuldade em entender termos médicos.

Quando exerce a profissão da saúde, é necessário colocar em prática o altruísmo. Para isso, é preciso focar menos na doença e no exame, e mais no paciente afim de ter um atendimento humanizado.

Um técnica que pode ser utilizada é a Programação Neurolinguística (PNL), em que utiliza a comunicação verbal e não verbal. De acordo com a Sociedade Brasileira de Programação Neurolinguística, a PNL propõe um modelo que auxilia a entender melhor como o ser humano pensa, age e se comunica, para que cada um seja capaz de identificar e aproveitar suas capacidades para alcançar os resultados desejados.

Se você deparar na seguinte situação:

Conforme o paciente falou sobre o que está acontecendo, você identificou que as pupilas dele estavam dilatadas, o piscar é mais frequente, as costas curvaram para frente, ocorreu até uma transpiração nas mãos.

Esses são sinais de comunicação não verbal de medo.

O mais indicado é o médico deixar a posição de queixa-conduta e passar para um ouvinte com um modelo de centralizado no paciente de forma holística. Assim, cria-se um vínculo afetivo e gera uma confiança.

Com o uso da PNL ajuda aos profissionais da saúde a usarem de forma mais eficaz o tempo limitado e disponível para cada paciente. Além de entender melhor o que o seu paciente está querendo dizer com as queixas, consequentemente, auxilia a estabelecer a conduta mais adequada para cada caso.

E você? O que você faz durante a consulta?

2 comentários em “Comunicação no momento certo”

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *